Desenvolver uma logística sustentável de ponta representa um dos principais desafios dos empresários e industriais contemporâneos. Embora seu alcance não seja lá dos mais fáceis, é possível, sim, aliar logística e sustentabilidade em uma só frase.

Para saber como chegar lá, continue com a leitura deste breve, mas fundamental artigo.

Antes de qualquer outro detalhe ou conduta, é preciso que, enquanto um empresário que visa a integração entre logística e sustentabilidade, você compreenda que os processos de transportes e armazenamentos diversos não precisam ser obrigatoriamente destrutivos.

Ou seja, eles podem, sim, contribuir para preservar ou até mesmo otimizar as relações protagonizadas no meio ambiente. Cada vez mais presente nas empresas modernas, a logística sustentável também tem se formatado como uma das principais tendências por parte de empresas como Walmart, IBM, PepsiCo e Ambev.

 

Transporte de mercadorias

Caso sua empresa promova entregas ou realize transportes de mercadorias de forma recorrente, você deve estar pensando: “tá, mas como é que eu faço para diminuir a emissão de gases poluentes propagada pelos veículos que compõem minha frota?”. Para solucionar este problema – ou simplesmente reduzir tal impacto -, rotas bem delineadas podem ajudar.

O que se quer dizer com rotas bem delineadas? Se quer dizer que as entregas podem ser otimizadas no sentido de serem realizadas em períodos mais curtos. Assim, os resultados e benefícios práticos em se elaborar rotas mais adequadas ficam a cargo de três diferentes tópicos. Conheça:

  • Menor emissão de gás carbônico;
  • Menos depreciação dos veículos;
  • Menor consumo de combustível.

 

Sustentabilidade e custos: entenda como que, no setor logístico, um fator interfere diretamente no outro

Ao contrário do que se imagina, as ações sustentáveis não passam nem perto de implicar qualquer tipo de aumento nas despesas de uma empresa. Isso porque, dentre outros pilares, as principais iniciativas de responsabilidade ambiental tendem a favorecer processos mais econômicos e eficientes.

Ou seja, as rotinas produtivas que se fazem pautadas em uma logística sustentável (ou logística verde, como preferir) têm na dispensa de retrabalhos, nos baixos volumes de desperdícios e no chamado “fator livre de erros” três de seus pontos mais altos.

Paralelamente a isso, reforça-se que toda e qualquer empresa que já incorpora práticas sustentáveis em seus processos internos não corre o risco de sofrer com problemas, represálias ou multas por parte do governo, instituição que vê com bons olhos as condutas das instituições que prezam pela melhora do meio ambiente.

 

Logística reversa

A logística reversa consiste em uma das principais alternativas para se colocar em prática uma logística mais sustentável. Isso porque, além de fazer bem tanto para a sociedade quanto para a natureza, a logística reversa é uma iniciativa que proporciona o reaproveitamento dos mais diferentes materiais.

Mais do que isso, a logística reversa exige que fabricantes e consumidores de determinados insumos e produtos compartilhem a responsabilidade de dar o destino mais assertivo possível aos resíduos originados em produtos ou serviços.

E você? Gostou de saber mais a respeito do quanto logística e meio ambiente combinam? Se sim, contate a ARM Logística assim que puder e aprofunde-se ainda mais neste tema!

 

 

WhatsApp WhatsApp