Afinal, o que significa Supply Chain?

 

Conceito corriqueiro no meio logístico, Supply Chain é o nome dado à cadeia de fornecimento que vai desde o primeiro produtor de matéria-prima até a chegada do produto final na casa do consumidor. Ou seja, Supply Chain pode ser classificado como o caminho que o produto percorre da fabricação, passando por armazenamento e distribuição, até chegar à casa de quem o comprou.

Embora muitos profissionais confundam as definições de logística e Supply Chain, ambos os conceitos infelizmente não querem, pelo menos não necessariamente, dizer a mesma coisa. Neste sentido, pode-se afirmar que a logística representa tão e somente uma parte, importante, mas somente uma parte, desta tal cadeia de fornecimento.

Em outras palavras, ressalta-se que a logística é quem planeja, implementa e controla o fluxo que vai desde a produção até a entrega dos produtos que não deixa de prezar pela redução de custos e desperdícios.

Ademais, é também a prática logística que serve para conferir agilidade e eficiência voltados ao cumprimento de prazos e metas.

 

Por que o Supply Chain é tão importante nos dias de hoje?

 

Após explanar as diferenças protagonizadas entre os conceitos de logística e Supply Chain, é chegada a hora de entender o porquê de tal conceito ser tão crucial nos tempos atuais.

Além de consistir em um termo em inglês que quer dizer “Cadeia de Suprimentos”, o Supply Chain também pode ser descrito como a relação entre empresas que negociam entre si e têm o objetivo de entregar a aprimorar produtos e serviços perante os clientes finais.

Embora não aparente – pelo menos não em uma primeira observação -, isso quer dizer que esse tipo de planejamento se baseia na perspectiva de todo o processo, partindo do pressuposto de que é necessário obter visibilidade do todo e da maneira com que cada uma das etapas logísticas se relaciona entre si.

Diferentemente do que acontece com a logística convencional, a cadeia de suprimentos (ou simplesmente o Supply Chain) também possui relação com as instituições que a compõem. Dentre elas, o destaque fica a cargo de três em especial:

  • Centros de distribuição;
  • Transportadoras;
  • Fabricantes.

 

E o chamado Supply Chain Management (SCM), você sabe o que significa?

 

Ao pé da letra, o Supply Chain Management (ou simplesmente gestão da cadeia de suprimentos, em uma tradução livre) consiste no modelo de gerenciamento estratégico aplicado na chamada “logística integrada”.

Ou seja, enquanto o Supply Chain parte de uma unificação interna, o chamado SCM parte de uma integração externa que por vezes é representada pelos fornecedores de matéria-prima até o cliente final.

De modo a meio que amarrar todas estas informações, termina por se concluir que a principal função do Supply Chain Management (SCM) é justamente esta: garantir a integração eficaz de todos os momentos e processos atuantes na cadeia de suprimentos.

Além de compreender todo este universo, a ARM Logística também faz questão de estender seu leque de atuações para além do campo logístico convencional, abrangendo por vezes as práticas ligadas ao Supply Chain. É ver para crer, profissional!

WhatsApp WhatsApp