Administrar um negócio envolve muitos cuidados, planejamento e controle. É preciso que o gestor mantenha-se bastante atento a vários aspectos como a equipe, as ações de marketing, o departamento de vendas e, também, o controle de estoque.

Esse último fator, porém, pode ser extremamente caro aos negócios. Manter um bom gerenciamento do estoque é um desafio para muitos gestores. Por isso, confira essas cinco dicas para fazer isso com eficiência!

Identifique adequadamente os itens em estoque

Para ter um bom controle de estoque é preciso saber o que existe em seu acervo. A primeira dica é: identifique tudo o que você já possui dentro do depósito. Você poderá fazer isso por meio de códigos e etiquetas em caixas, facilitando todo o monitoramento futuro do que entra e sai.

Vale ressaltar que é fundamental cadastrar e identificar apropriadamente cada novo artigo que chegar ao seu acervo nas compras futuras.

Categorize as mercadorias

O estoque pode ser usado para armazenar tanto as matérias-primas que são empregadas em processos de fabricação, quanto as mercadorias prontas para entrega. Por isso, vale a pena definir em que categoria determinado item se encaixa.

Você pode demarcar isso também na identificação dos itens, como também pode manter uma separação entre matéria-prima, produtos inacabados ou mercadorias prontas.

Defina quantidades mínimas e máximas

Um bom gestor sabe a quantidade aproximada que deve ter de cada produto. Estabeleça quantidades mínimas e máximas de cada item. Isso permite que você não tenha gastos excessivos na manutenção de seu acervo. Para fazer a definição corretamente, leve em consideração alguns pontos importantes como o volume vendido dentro de um dado período, o tamanho e a frequência de abastecimento de seu estoque.

Se o seu produto ou a matéria-prima é sazonal, prepare-se para épocas de maior venda e amplie a quantidade máxima permitida no depósito. Não se esqueça de levar em conta a validade de seus produtos estocados.

Tenha um sistema de controle de estoque

Com tanta tecnologia disponível, não há necessidade de ficar controlando o estoque de forma manual com pilhas e pilhas de papéis. Um bom sistema de gestão de estoque proporcionará todas as informações necessárias para o seu controle:

  • Quantidade disponível de cada item;
  • Relatórios de saída e chegada do produto;
  • Validade dos itens.

Além disso, o sistema facilita o cadastramento dos itens novos e também melhora as vendas, visto que seus vendedores não precisam ir até o espaço de estoque a fim de conferir se ainda há determinados itens estocados ou não.

Faça parcerias com fornecedores confiáveis

O sucesso de seu controle de estoque igualmente depende de seus fornecedores. Opte por formar parcerias com fornecedores confiáveis, pois se um deles atrasar suas entregas, você poderá perder diversas vendas, atrasar a produção e abafar oportunidades de negócios.

Um fornecedor que respeita a frequência de entrega e sempre cumpre com o esperado deverá ser mantido em sua empresa, mas se alguns abastecedores costumam atrasar e descumprir o combinado, busque novos fornecedores mais confiáveis para os mesmos itens.

Tenha cuidado ao dividir o seu estoque com o seu fornecedor. Muitas empresas vendem os produtos primeiramente e depois solicitam as entregas. Se o fornecedor não for de confiança, poderá causar grandes problemas. Por isso, mantenha com ele uma relação profissional achegada e, se possível, utilize um sistema que possa checar o estoque compartilhado com o abastecedor.

Com essas cinco dicas de controle de estoque, sua empresa não passará por dificuldades e nem faltarão produtos. Se você quer mais dicas como essa, curta a nossa página no Facebook!

WhatsApp WhatsApp