As empresas, desde a menor até a maior, passam por grandes mudanças devido ao fato de o consumidor estar cada vez mais conectado, o que trouxe uma série de comportamentos que são novidades para o mercado.

Agilidade, qualidade de serviços e produtos são as principais prioridades do cliente. As compras são facilmente feitas pela internet e não basta oferecer um bom produto. Seu negócio pode perder para outras empresas que o entreguem mais rápido, com mais qualidade e o armazenem de forma inteligente, com foco total em rentabilidade.

A logística tem um papel muito importante nesse cenário. Os processos manuais se esgotaram. Agora, até mesmo os pequenos empresários podem contar com softwares processuais que otimizam os fluxos logísticos da empresa.

Mas o que são fluxos logísticos?

É o processo ou cadeia de processos fundamentais para atingir um objetivo com foco no menor espaço de tempo, maior qualidade possível, visando o menor custo ou desperdício.

Os principais tipos de fluxos são:

  • Fluxos de Materiais (responsável pelo transporte de materiais, que pode ser realizado por meios como rodoviário, aeroviário, marítimo, entre outros);
  • Fluxos de informações (é o fluxo de dados que devem ser sempre corretos e precisos para otimizar a eficácia dos processos organizacionais. Este fluxo pode aumentar a competitividade empresarial);
  • Logística Reversa (é a logística de devolução, muito comum em serviços de coletas);
  • Fluxo econômico (trata-se do investimento estratégico em logística voltado para atingir lucros crescentes).

O fluxo de informação na logística de armazenagem

Informação é um bem de grande valor para qualquer negócio. Por isso, encaixar todas as mudanças que faz parte de uma rotina dinâmica de uma empresa em um fluxo de logística inteligente pode parecer complicado.

Afinal, é necessário saber onde cada produto está, quando um item está acabando em alguma loja, quanto tempo demora para que novos suprimentos cheguem e a melhor forma de estocar cada tipo de produto. Esses são alguns dos desafios.

Por isso, é vital que a área de logística de uma empresa seja integrada por um bom software. Ele será o motor do fluxo de informações que tornarão o processo de logística eficaz e rápido.

Número e localização dos armazéns

Um sistema de armazenagem eficaz precisa ter bem definido como ficará disposto o armazém em relação à fábrica principal e consumidores.

Uma solução para isso é distribuir vários pequenos armazéns localizados em pontos estratégicos, ao invés de uma grande central.

Essa configuração depende totalmente da estratégia do negócio. Se o armazém é para abastecer, por exemplo, uma rede de lojas de varejo, é melhor ter uma central que possibilite uma entrega rápida.

Localização dos estoques dos produtos

Muito cuidado com a prática de encher o armazém principal com todos os produtos das lojas. Cada estabelecimento deve ter um número suficientes de produtos à disposição.

Esse estoque em mostruário deve estar configurado em um sistema conectado ao armazém, para realizar o abastecimento de forma rápida, quando for necessário.

Gostou deste texto? Então curta a nossa página no Facebook para receber todas as nossas novas publicações.

WhatsApp WhatsApp