A logística inteligente é uma estratégia com o objetivo de aumentar a satisfação do cliente. Para isso, foca dois principais aspectos: melhoria dos prazos de entrega e do mix de produtos. Com o desenvolvimento de processos mais eficazes e um fluxo de trabalho mais fluido, a demanda do mercado é atendida com mais rapidez e sua empresa conquista vantagem competitiva.

A explicação do conceito é relevante, mas se torna ainda mais útil quando relacionada ao e-commerce. Por quê? É o que vamos explicar neste artigo. Acompanhe!

O que é logística inteligente?

Também chamada de smart logistics ou logística 4.0, esse conceito é definido como uma estratégia de gerenciamento que abrange organização, planejamento, controle e execução dos fluxos de negócio. O propósito é usar os dados a seu favor para alcançar visibilidade de um ponto a outro da cadeia de suprimentos.

Com as informações disponíveis, é possível encontrar gargalos e realizar mudanças que levarão a melhorias no transporte, no controle de inventário e na experiência das empresas-cliente. Tudo isso se reverte em qualidade e satisfação para o consumidor final.

É importante destacar que esse conceito é uma evolução da chamada logística tradicional. Ao integrar soluções tecnológicas — como computação em nuvem, Internet das Coisas (IoT) e Big Data Analytics —, é possível alcançar mais eficiência e agilidade no fluxo de trabalho. 

Qual a relação entre logística inteligente e e-commerce?

O comércio eletrônico modificou toda a cadeia de suprimentos, que antes era baseada nos princípios logísticos de centralização, escala e consolidação. Desde seu advento, mudanças precisaram ser feitas.

Por exemplo, armazéns foram descentralizados, a demanda por uma distribuição cada vez mais rápida ficou mais frequente e a logística reversa é uma obrigatoriedade. Para garantir a satisfação total do consumidor, todas as etapas da supply chain precisam ser trabalhadas. Aqui, entra a logística inteligente, fundamental para a otimização do trabalho.

Por meio da tecnologia, a cadeia de suprimentos na qual o e-commerce está inserido tem um viés mais estratégico. Por isso, muitos players do mercado apostam na logística 4.0 para se destacar e obter vantagem competitiva.

Isso é especialmente relevante em um país em que o comércio eletrônico cresceu 75% somente em maio de 2020. Além disso, a média de crescimento de março a maio ficou acima de 48%.

Com esses dados, a expectativa de crescimento para 2020, que era de 18%, deverá ser ultrapassada. Inclusive, a participação do e-commerce no varejo total deverá dobrar até o final do ano, ficando próximo a 10%.

Quais são as vantagens da logística inteligente para os e-commerces?

A proposta da logística inteligente é otimizar as habilidades e o fluxo de trabalho das equipes para atender às demandas do mercado e garantir a qualidade do serviço prestado. Por suas características, impacta o relacionamento com o cliente e aumenta o potencial de fidelização. 

Como consequência, também auxilia na reputação da marca. No e-commerce, a inteligência logística é necessária para:

  • reduzir perdas;
  • aumentar a precisão das decisões tomadas;
  • evitar retrabalhos;
  • controlar melhor os processos e as frotas de veículos;
  • diminuir gastos;
  • aumentar a lucratividade do negócio.

Esses benefícios podem ser percebidos pela projeção da Associação Brasileira de Movimentação e Logística (ABML). A entidade estima que até 19% do faturamento total das empresas é gasto com a logística.

Com a smart logistics, há o alcance da eficiência, com a consequente agregação de valor. Além de fornecer uma experiência melhor para consumidores, também se traduz em redução de gastos e melhoria da lucratividade do negócio.

Achou interessante e também quer aplicar a logística inteligente na sua empresa? Entre em contato com ARM Logística. Converse com um de nossos profissionais e entenda nosso serviço especializado em e-commerce, com atendimento aos principais requisitos do mercado.

WhatsApp WhatsApp